Clicky

Ritmos • 24/06/2017 - 11:26 • Atualizado em: 24/06/2017 - 11:32

São João de Camaragibe dá pontapé inicial com mistura de forró e sertanejo

Nem a chuva atrapalhou a primeira noite de festa

por Nathália Guimarães
Shows tiveram início com o Projeto Zé Dantas Foto: Divulgação

Em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (RMR), a mistura de ritmos locais deu o tom da abertura dos festejos juninos. Além do forró pé-de-serra, os visitantes puderam dançar ao som do sertanejo nesta sexta-feira (23), no polo Praça de Eventos, no bairro da Vila da Fábrica.

Nem a chuva atrapalhou a primeira noite de festa. Com início às 18h, a abertura dos festejos juninos contou com a presença do grande homenageado do São João deste ano, o Mestre Zé Negão, responsável pelo projeto Sambada de Laia, que usa a cultura popular para provocar transformações sociais no município.

"Esta homenagem que recebi não é para mim, mas para todos os artistas camaragibenses e brasileiros, sendo do teatro ao circo. Estou muito agradecido. A cultura não tinha espaço no nosso município, mas hoje vejo que Camaragibe deu um passo à frente muito importante", disse.

Os shows tiveram início com o Projeto Zé Dantas, de intérpretes como Cláudio Brasil e sanfoneiro Fernando Vinil, com muito forró. Após o grupo, subiu ao palco Helder e Rodrigo levando o sertanejo para continuar a festa. Além deles, o público contou com uma palhinha do homenageado que se apresenta no domingo (25).

O cantor Diego Cabral voltou ao forró tradicional, levando ao palco o sucesso "A Morte do Vaqueiro", de Luiz Gonzaga, e muita animação. Rodrigo Raposo continuou o embalo, passando do pé-de-serra para o forró estilizado e ainda o sertanejo.

Entrando pela madrugada do sábado (24), Henrique Mattos animou o público com os sucessos do momento. Para encerrar a noite, Beto Hortis, sanfoneiro camaragibense, chegou com sua sanfona é o inconfundível forrozinho pé-de-serra, lembrando ainda da sua época na banda Magníficos.

Com informações da assessoria

Comentários